Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 26 de abril de 2016

Grelhados no Casal do Facho


Os jantares no Casal do Facho, no Varatojo em Torres Vedras começam aqui, na grelha. Desta vez, o assador de serviço foi o meu Tio que começa sempre essa tarefa com "um meio copinho", mas atenção... Existem regras! Se o grelhado for ao almoço o meio copinho é de vinho branco, mas ao jantar, é com vinho tinto. Eu e o meu primo, seres ignorantes fomos os culpados da morte de um copo de vinho branco que foi pelo lava-louça abaixo...


Depois de jantar, deu para desenhar de tudo um pouco com aquela linha solta e descontraida de quem já tinha bebido uns bons copos de vinho bem acompanhados do que foi feito no desenho de cima. Os irmãos falavam com alegria das peripécias da sua mãe que já não se encontra entre nós... O especial destaque vai para os rissóis de camarão que são os melhores que eu já comi e agora nunca mais vou ter esse prazer, nem da companhia de quem os fazia; os mais novos jogavam um recente jogo didáctico e acabámos todos a falar no primeiro carro do meu pai, um Austin Cambridge A55 de 1957 que foi desenhado por foto, infelizmente, também esse já não se encontra entre nós para um devido desenho feito ao vivo.

8 comentários:

teresa ruivo disse...

Belo post Pedro! Portanto, uns bons copos de vinho, e fica-se a desenhar assim, é isso ? :)

Pedro Alves disse...

Pelo menos os medos, esses vão à vida sim... É meio caminho andado para um bom desenho ;)

Bruno Vieira disse...

Bela mistura de desenhos, relato gráfico fabuloso

Marcelo de Deus disse...

Que coisa incrível!
Só mesmo com os copos é que vou conseguir um dia "soltar o traço " :-)

Maria Celeste disse...

...gosto desta aparente desarrumação criativa...

Teresa disse...

Boas memórias e bons jantares! Com a família... e amigos. Essa descrição do jantar lembrou-me também dos almoços de domingo em casa dos meus pais, e que uma das minhas irmãs continua a realizar. Caóticos de gente e de sentenças, mas sempre de boa disposição ! Foi isso que o teu desenho me fez recordar !

Mário Linhares disse...

Excelente reportagem familiar!

cláudia mestre disse...

Gosto muito!